Cartas para minha sogra


“O teu povo é meu povo, o teu Deus é o meu Deus.” Rute 1:16

A primeira vez que a vi numa foto tive a impressão de que já a conhecia antes de algum lugar. Não sou espírita e nem sensitiva, mas foi exatamente isso que senti.  Ao olhar aquele rosto calmo, sereno e com um leve sorriso senti que ela era uma pessoa simpática. Enquanto via-o escrever sobre ela do quanto ela é doce, amável e carinhosa fiquei imaginando e pensando como ela seria pessoalmente. Perguntei o nome dela e ele respondeu apenas com o primeiro nome: – Joan.

joan-and-david-1

Fotos: arquivo pessoal David Williams/Joan Williams

Os dias se passaram e ele sempre mostrando fotografias dela e escrevendo de como ela havia cuidado dele com carinho e amor. Senti um enorme desejo de orar por ela. Eu já orava por ele há certo tempo e agora incluía o nome dela nas minhas orações também. Então num belo dia durante uma de nossas conversas ele me disse que ela me amava pelo simples fato de eu estar trazendo ele de volta para a igreja. Confesso que duvidei um pouco das palavras dele, afinal como alguém que não me conhecia pessoalmente e só havia visto fotos minhas poderia me amar? Vez ou outra ele sempre me dizia a mesma coisa: – Ela já te ama!

david-and-joan

Fotos: arquivo pessoal David Williams/Joan Williams

A resposta veio em forma de carta através de email. Eu havia proposto que nós trocássemos cartas assim eu poderia me apresentar e nos conhecermos um pouco.  A primeira foi curta, mas entendi o porquê dela estar feliz e sentir carinho por mim mesmo sem me conhecer.

david-and-joan-2

Fotos: arquivo pessoal David Williams/Joan Williams

Joan é uma pessoa incrível, ela é uma mulher cristã que cresceu e foi educada em lar cristão muito rigoroso, mas que  infelizmente como a maioria dos jovens aprendeu uma dura lição. “Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” Ela é uma mãe dedicada e trabalhadora que teve que sustentar dois filhos sozinha e hoje ela sonha e ora para que eles se casem com mulheres cristãs. Corresponder-me com aquela que um dia poderá ser minha sogra tem sido uma experiência maravilhosa, pois tem me ajudado muito a enxergar a vida com outros olhos.  Não se trata apenas de um intercambio virtual e cultural, mas sim uma bela amizade. Descobrir que temos os mesmos gostos e mesmo pensamento a respeito de Deus e religião e amor pelo mesmo homem…

joan-and-david-2

Fotos: arquivo pessoal David Williams/Joan Williams

É muito bom saber que do outro lado do oceano na outra América existe alguém que pensa se preocupa e ora por mim.  Talvez o filho dela seja a pessoa certa para mim ou talvez não e como ela mesma me disse; só Deus sabe. Eu também não sei se algum dia no futuro eu terei a oportunidade de visita-la em seu país ou se ela poderá me visitar, mas de uma coisa eu tenho certeza, que sempre poderei contar com ela e quando chegar o grande dia eu quero abraçar aquela que não me vê apenas como uma futura nora, mas sim uma amiga, ou melhor, uma filha.

Leia também:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *