Os cuidados que você deve tomar com as crianças na piscina

Quem não gosta de piscina, não é mesmo? Passar uma tarde ao redor da piscina descansando ou caindo na água é divertido para todas as idades, desde que com segurança.

Os cuidados que você deve tomar com as crianças na piscina
Foto: tookapic / Pixabay

Levar as crianças para piscina é um hábito comum aos pais, tios, avós e demais familiares nas férias, finais de semana e feriados, mas toda diversão vem acompanhada de responsabilidades e é sempre melhor prevenir do que remediar.

Quais cuidados adotar na hora de levar as crianças para a piscina? Confira nossas sugestões abaixo e garanta a segurança dos pequenos antes de dar um mergulho para que a diversão permaneça do começo ao fim do passeio:

Profundidade

A principal preocupação ao levar crianças para piscinas, sejam elas públicas ou não, é quanto a profundidade do local no qual você está mergulhando. Nunca deixe crianças desacompanhadas, mesmo em áreas mais rasas na altura da cintura da criança. Todo cuidado é pouco e todos nós preferimos evitar afogamentos.

Supervisão

A supervisão dos adultos deve ser constante. Se você não está dentro da água, mantenha-se próximo da borda da piscina, sempre observando a criança enquanto ela nada. Não desvie a atenção em nenhum momento.

Uso de Boias

As boias ao redor da cintura, braços e pernas são boas opções para crianças pequenas que estão aprendendo a nadar e mergulhar. Manter a criança na boia é uma forma de garantir mais segurança, desde você se mantenha próximo supervisionando para evitar que a criança afunde ou se descuide e caia na água.

Cerca para Piscina

Os cuidados com as crianças ao redor da piscina não acabam quando a diversão termina. Se você possui piscina em casa, certifique-se de rodear a área em torno da piscina com uma Cerca para Piscina para evitar acidentes caso a criança se aproxime da água.

Os cuidados que você deve tomar com as crianças na piscina
Foto: Sodramar

A Cerca para Piscina também deve evitar o contato da criança com os equipamentos da piscina, como Cascata para Piscina e Bomba para piscina. Proteja esses locais e ensine aos pequenos que eles não devem se aproximar daquele local.

Como jogos ajudam no desenvolvimento infantil

Quanto tempo seu filho passa em frente ao videogame? Qual foi a última vez que ele falou sobre ter participado de algum jogo na escola? Você costuma brincar com seu filho?

Essas perguntas parecem simples e rotineiras, mas podem nos ajudar com o desenvolvimento infantil das nossas crianças.

Os jogos para crianças estão entre as brincadeiras favoritas dos nossos filhos, sejam eles jogos de video game e computador, ou jogos como o jogo de quebra cabeça ou jogo da memória, com o qual muitos dos pais estão mais acostumados.

Além de serem divertidos e renderem longas horas de brincadeira e diversão, os jogos também são importantes ferramentas para o desenvolvimento cognitivo e emocional da criança.

Como jogos ajudam no desenvolvimento infantil
Foto: Araquarela

Podemos dizer que os jogos exercem uma importância tão grande na vida de uma criança quanto os Livros infantis, uma vez que ambos servem de porta para a imaginação e brincadeira.

Contudo, vamos deixar os livros para crianças para outra hora e focar nos jogos infantis: você já parou para pensar em como um simples jogo pode ajudar no desenvolvimento da criança?

Todo jogo é uma brincadeira de estratégia. É preciso raciocinar e tomar as decisões corretas para se chegar a um objetivo, vencer uma partida, ganhar pontos na rodada e outras vitórias referentes ao tipo de jogo que seu filho está jogando.

Embora tudo seja diversão para as crianças, o simples fato de exigir um raciocínio estratégico faz com que nossos filhos desenvolvam seus instintos cognitivos e persistam em busca de seu objetivo.

Outro ponto vantajoso a respeito dos jogos infantis está na interação que ele promove entre as crianças, ensinando a elas a lidar com competitividade e perda, já que nem sempre é possível ganhar todas as partidas ou rodadas.

Os jogos exercem uma grande influência no desenvolvimento dos nossos filhos durante o crescimento. Com moderação e supervisão, todo passatempo é recomendado. Lembre-se disso e participe da próxima rodada do jogo favorito do seu filho. Ele irá adorar!

Jogando com as crianças

Como se aproximar dos filhos através do universo dos games? Confira nosso artigo e descubra como utilizar seu tempo livre para se divertir com as crianças!

Quanto tempo você passa com seus filhos? Com a rotina cada vez mais tumultuada e cansativa, muitos pais se deparam com um grande dilema no que se refere a separar um tempo para ficar com os filhos.

Aproveitar as horas livres para descansar pode ser importante para nossa saúde física e mental, mas também é preciso levar em conta quantas dessas horas são usadas para estarmos ao lado das crianças e tirá-las da frente dos celulares e computadores.

É cada vez mais comum encontrarmos famílias com pouco tempo de convívio entre si, onde cada membro da família está com os olhos vidrados em algum aparelho tecnológico ao invés de passar esse mesmo tempo conversando, brincando ou saindo para quebrar a rotina.

O que fazer para mudar essa situação? Se juntar à diversão dos filhos pode ser uma boa resposta. Confira nossas dicas abaixo e aproveite seu tempo livre junto da família:

  Games e Jogos

Com o avanço da tecnologia, o universo dos games tem tomado conta da nossa realidade e tornou-se impossível não ter o mínimo contato com esse mundo, mesmo que através dos nossos filhos e seus consoles, tablets, celulares e PCs.

O universo dos games é extenso e prende a atenção do jogador, mas também pode se tornar a diversão de toda a família. Por que não separar um tempo para mergulhar de cabeça no passatempo do seu filho e passar um tempo se divertindo com jogos e games virtuais?

Muitos games oferecem a possibilidade de jogar em dupla ou grupo, como os games de corrida, dança e esporte. São jogos para toda a família, ideias para os pais que não tem muita experiência com esse universo.

Também é válido apresentar ao filho uma opção mais convencional de game, como por exemplo através de um Jogo da memória folclore ou Quebra Cabeça Folclore. Afinal, a maior parte das brincadeiras brasileiras atravessaram as gerações quando passadas de pai para filho.

Jogando com as crianças
Foto: Araquarela

Jogar com as crianças é uma ótima forma de se aproximar dos filhos e passar um tempo em família. Invista nessa ideia!