Selena a guerreira de oração

“Lute por este rapaz!” Assim começa a história da personagem Selena conhecida como princesa dos lírios, mas que prefiro chamá-la de guerreira de oração e vocês irão saber do por que.

Tudo começou com uma boa ação no aeroporto. Selena foi bondosa e gentil e assim conseguiu chamar a atenção de Paul. O rapaz achou engraçado e interessante o fato da jovem não usar maquiagens. Mas como ele mesmo disse, ela não precisava disso. Ele também conseguiu de certa forma chamar a atenção da garota, e creio que não foi pela mochila ou chapéu estilo “Indiana Jones”. O rapaz permaneceu em seus pensamentos a tal ponto de incomodá-la. Por se sentir irritada e incomodada com a situação, afinal aquilo nunca havia acontecido antes e claro ela também estava preocupada com o fato de nunca ter paquerado ou namorado e gostaria muito de algum dia alguém a olhasse com outros olhos e dissesse o quanto ela era bonita. Seu pai e um amigo já haviam dito isso, mas não era a mesma coisa.

A jovem resolveu orar e entregar tudo nas mãos de Deus. Quem leu a série completa sabe da bonita amizade que nasceu entre os dois jovens. Mas não é sobre isso que quero falar hoje e sim sobre o fato de orarmos para aqueles que amamos, independente de quem quer que seja a pessoa, a situação em que ela se encontra ou o que possa acontecer futuramente.

Agora vamos conhecer um pouco sobre Paul. Paul é filho de pastor e nasceu e cresceu num lar cristão. Seu avô fora dono de um lindo castelo que antes de ser adquirido por ele fora um acampamento evangélico e agora pertencia a uma organização missionária.  Paul tem um irmão mais velho e ambos frequentaram o grupo jovem de oração (Amigos de Deus). Embora ele fosse de família cristã, ele estava envolvido com uma jovem não cristã.

Por Selena tentar abrir os olhos do rapaz, este a chamou de “guerreira espiritual”Ela continuou orando por ele e ele se sentiu tocado. Pouco a pouco as orações foram sendo atendidas, ele terminou o relacionamento e voltou a frequentar a igreja. Gosto muito da parte que menciona que ele a chama de “Minha Guerreira de Oração”. Isso me faz pensar que muitas vezes em nossas vidas Deus nos chama para o combate para lutarmos em favor dos nossos queridos. Existem muitas pessoas neste mundo que neste exato momento estão passando por algum tipo de dificuldade ou até mesmo enfrentando uma batalha espiritual.  Talvez esse alguém esteja afastado da igreja por algum motivo bobo ou até mesmo por estar envolvido com más companhias, ou ele esteja apenas precisando de um empurrãozinho ou estímulo para voltar. Queridos leitores, Deus sabe quem está ou não apto para o trabalho missionário. Quando você ouvir a voz de Deus chamando ou então sentir aquele desejo estranho de orar por alguém não fuja, lembre-se que Deus está usando você.  Talvez a resposta demore um pouco para vir, mas não desista porque a recompensa é certa.

Saiba mais sobre a personagem lendo os livros da Série Selena e Cris escrito por Robin Jones Gunn.

Madonna e Tupac – A Carta

No ano de 2015 Madonna revelou que havia namorado o rapper Tupac Shakur em 1995, recentemente foi descoberto uma carta que o cantor escreveu para ela quando ele esteve na prisão por abuso sexual.  A carta virou assunto no mundo todo mas o que me chamou a atenção não foi o título que os jornais e revistas deram para a notícia mas sim o conteúdo dela.

Tupac com Madonna e a carta divulgada pela TMZ

Na carta Tupac rompe o relacionamento deles e explica os motivos como o fato da diferença racial entre eles e como eles seriam vistos pela sociedade e principalmente pelo fãs. Ele demonstra estar magoado com um comentário que ela havia feito numa entrevista dizendo que habilitaria todos os rappers e jogadores de basquete, dando a entender que já havia namorado outros caras antes dele. Tupac diz ter crescido espiritualmente e mentalmente e que não se importaria mais como as pessoas o veriam dali para a frente. Ele ofereceu a sua amizade para a cantora e a  alertou para o perigo de convivência com pessoas maldosas e invejosas que poderiam prejudica-la. Tupac ainda demonstrou desejo de conversar pessoalmente com ela.

Tupac morreu em setembro de 1996 num hospital, ele levou quatro tiros enquanto estava em um carro nas ruas de Las Vegas.

Antes de eu decidir escrever sobre este assunto no blog pensei muito, e li os comentários das pessoas para ver o que elas achavam de tudo isso. Vi que a maioria o acusava de ser racista e preconceituoso já  que os tabloides usaram títulos sensacionalistas dizendo que ele havia terminado o relacionamento por ela ser branca.

Esse foi o título que o site TMZ usou e que os demais sites de notícias e revistas (incluindo Brasil) copiaram

Eu não vejo a coisa por esse lado. Vejo uma história de amor mal resolvida, vejo um homem triste e preocupado com sua namorada e de como ela seria vista e tratada pelas pessoas pelo simples fato de estar num relacionamento com um homem negro. Tupac esteve muito próximo de Madonna e sabia o tipo de pessoas que conviviam com ela e ele não queria aquilo para ele. Ele conhecia Madonna e sabia o que as pessoas diriam e como elas iriam rotular por estar envolvida com ele.

Post recente no dia em que ele faria 46 anos

Não deve ter sido fácil para ele romper o relacionamento, mas acredito que o fato dele estar preso fez ele pensar muito e refletir sobre tudo e a vida dele. Isso tudo deve ter mexido muito com ela também. Ele se foi, ela teve outros relacionamentos, amizades, se tornou mãe e até mesmo escritora de livros infantis. A carta escrita por ele será leiloada entre 19 e 28 de julho  com lance inicial de 100.000 dólares (331.000 reais, aproximadamente).

Trechos da carta:

“Você consegue entender isso?” “Você ser vista com um homem negro não ameaça de maneira alguma a sua carreira. No máximo, faria com que você parecesse muito mais aberta e excitante. Mas para mim, ao menos na minha percepção anterior, eu senti que por causa da minha ‘imagem’ eu estaria decepcionando metade das pessoas que me fizeram ser quem eu achava que era. Nunca quis te machucar.”
“Essas palavras calaram fundo em mim já que eu não sabia que você tinha ficado com outros rappers além de mim. Foi nesse momento de dor e respondendo a um instinto natural para revidar e defender o meu coração e o meu ego que eu disse um monte de coisas”.
“Você me entende? Nesse período, como você pode ver, eu cresci espiritualmente e mentalmente. Não me importo mais com a maneira como eu sou visto. Por favor, entenda meu posicionamento anterior como a de um jovem rapaz com experiência limitada junto de um símbolo sexual extremamente famoso.”
 “Eu ofereço minha amizade de novo, dessa vez mais forte. Se você estiver interessada, eu gostaria de discutir mais esse assunto com você, mas algumas coisas não podiam esperar. Me senti forçado a dizer… só caso algo aconteça comigo”.  “Por favor, tome cuidado, Madonna. As pessoas não são tão honradas como parecem, há aquelas cujos corações sangram de inveja e maldade. Elas não hesitariam em te prejudicar! Deixem que as minhas seis balas sejam provas disso!”
 “Não sei como você se sentiria vindo me visitar, mas se você quiser, do fundo do seu coração, eu adoraria conversar cara a cara com você. É engraçado, mas essa experiência me ensinou a não encarar o tempo como algo garantido.”

Como surgiu o dia dos namorados

Enfim chegou o dia dos namorados. Aquele dia que todo mundo publica as fotos do seu amor com um textão com palavras bonitas e enormes declarações de amor. O dia que todo mundo troca presentes caros e bonitos e depois ostenta nas redes sociais.

Mas você sabe como surgiu essa data tão especial? Nos Estados Unidos o dia dos namorados é conhecido como dia de São Valentim em homenagem ao padre Valentim que lutou contra as ordens do imperador Claudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes. Padre Valentim celebrou casamentos secretamente e foi condenado a morte por se recusar a negar a sua fé. Enquanto ele estava na prisão aguardando sua sentença, padre Valentim se apaixonou pela filha de um carcereiro que era cega. Milagrosamente, ele devolveu-lhe a visão. Antes de morrer, ele escreveu uma mensagem de adeus para sua amada e assinou como “seu namorado”. Padre Valentim então se tornou mártir da igreja Católica e o dia 14 de fevereiro é o dia de sua morte.

São Valentim

Outra versão diz que no século XVII, ingleses e franceses passaram a celebrar o Dia de São Valentim como a união do Dia dos Namorados. A data foi adotada um século depois nos Estados Unidos, tornando-se o Valantine´s Day. E na Idade Média, dizia-se que o dia 14 de fevereiro era o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. Por isso, os namorados da Idade Média usavam esta ocasião para deixar mensagens de amor na soleira da porta da amada.

Já no Brasil a história é diferente. O dia dos namorados é comemorado em 12 de junho e quem teve a ideia foi o publicitário João Dória que trouxe a ideia do exterior e apresentou aos comerciantes. Como o mês de junho tem vendas baixas, eles decidiram comemorar essa data nesse mês e escolheram a véspera de Santo Antônio que é o santo casamenteiro como o dia dos namorados. Então a partir de 12 de junho de 1949 essa data foi comemorada em todo o Brasil.

 Anúncio publicitário sobre o dia dos namorados década de 40.

Não importa a data e nem onde você esteja. Celebre o amor todos os dias, pois todos os dias é dia dos namorados. Não existe presente maior do que ouvir da pessoa amada palavras de amor e carinho como “Eu te amo”. Viva, ria, ame! Ninguém é prometido para amanhã.