Idas e vindas do amor

Recentemente relendo o livro Enquanto O Amor Não Vem me deparei com trechos que me chamaram a atenção e que na primeira vez passaram batidos. Era especificamente o fato de a pessoa ir em busca do amor e não conseguir encontrar por estar procurando de maneira errada ou lugar errado. Na verdade o amor está dentro de nós e é aquilo que nós fazemos melhor. Em outras palavras, nós precisamos nos amar primeiro e tomar um tempo para nós e só então o amor irá acontecer.

Mas isso deverá acontecer, por exemplo, no que a autora chama de meio – tempo. O meio – tempo é quando nos encontramos entre o espaço de um relacionamento e outro. Esse tempo serve para pensarmos, refletirmos sobre nós, nossa vida, nossos relacionamentos passados até mesmo nossos parceiros e ex parceiros. Ele nos ajuda a descobrir o que realmente nós queremos e crescer como pessoa. Para isso é preciso se libertar de antigos padrões de comportamento, ou seja, mudar de atitude e fazer coisas diferentes. Claro que ao fazer isso iremos perder algumas coisas adquiridas ao longo dos anos anteriores e até mesmo pessoas.  É um momento difícil, mas é preciso, por isso você deve ter calma e paciência.

Segundo Iyanla Vanzant, não existe um tempo determinado no meio – tempo. Cada pessoa fica o tempo que for necessário até que ela ou o parceiro esteja pronto para o amor. Haverá situações em que você estará pronta e seu parceiro não. E isso explica o motivo de muitas vezes o relacionamento não dar certo naquele momento.  Um dos dois poderá estar curado de inseguranças, ter perdoado os erros e o outro não. Para que o amor finalmente possa acontecer é preciso que o casal trabalhe junto. Enquanto isso não acontecer você ficará no meio – tempo até a pessoa estar pronta. Mas não devemos desanimar porque isso tudo é bom e irá nos ajudar a ficarmos fortes, pois nesse meio – tempo que também é preparatório iremos encontrar, conhecer e nos relacionar com outras pessoas que irão nos ajudar e ensinar sobre a vida e o amor. Esses relacionamentos servem na verdade para nos preparar e aproximar-nos do amor.

Isso tudo me fez pensar e lembrar uma reportagem recentemente lida:

A história de amor da jornalista Leila Cordeiro que foi casada com o jornalista Eliakim Araujo por mais de 30 anos até a morte dele. Após a morte de seu esposo, Leila foi procurada pelo ex noivo Wilson Pariz através do Facebook. Leila e Wilson se conheceram na juventude, namoraram e ficaram noivos, mas infelizmente o relacionamento terminou e cada um foi viver sua vida. Leila ainda se envolveu com outro rapaz e tempo depois conheceu e se casou com Eliakim.  Wilson também se casou e se separou; mas nunca esqueceu Leila.

Ele guardou todas as lembranças que tinha dela como fotos e cartas. Agora já maduros e experientes eles se reencontram e retomam a antiga amizade que se torna num lindo amor. Leila ainda diz que antes de se entregar ao amor ficou apreensiva e com medo dos comentários maldosos, mas abriu seu coração para a grande aventura do amor! E eles viveram literalmente uma bela aventura a bordo de um veleiro com testemunhas especiais: sol, mar e a lua.

Por isso queridos, não desanimem se as coisas não estiverem dando certo agora. Posso estar falando, ou melhor, escrevendo para alguém que acabou de sair de um relacionamento ou simplesmente alguém que ainda está na fase de discutir o relacionamento.  Você pode agora estar no meio de uma discussão e ao mesmo tempo se perguntando o porquê disso tudo estar acontecendo, mas como a autora do livro diz “A pessoa que fica para brigar conosco (o que não significa briga física) normalmente é a que realmente nos ama. Nos ama e está disposta a lidar com nossos problemas, porque deseja investir no fortalecimento mútuo.” Essa pessoa na verdade só quer te ajudar, e quer tentar salvar o relacionamento. Mas se isto estiver acontecendo com muita frequência então é melhor dar um tempo antes que ambos se machuquem. Então você e seu parceiro entrarão no meio – tempo para futuramente se uniram novamente. Pode demorar um dia, uma semana, um mês ou até mesmo anos, mas tenha certeza de quando chegar o momento certo será maravilhoso!

 

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Cartas para minha sogra

“O teu povo é meu povo, o teu Deus é o meu Deus.” Rute 1:16

A primeira vez que a vi numa foto tive a impressão de que já a conhecia antes de algum lugar. Não sou espírita e nem sensitiva, mas foi exatamente isso que senti.  Ao olhar aquele rosto calmo, sereno e com um leve sorriso senti que ela era uma pessoa simpática. Enquanto via-o escrever sobre ela do quanto ela é doce, amável e carinhosa fiquei imaginando e pensando como ela seria pessoalmente. Perguntei o nome dela e ele respondeu apenas com o primeiro nome: – Joan.

joan-and-david-1

Fotos: arquivo pessoal David Williams/Joan Williams

Os dias se passaram e ele sempre mostrando fotografias dela e escrevendo de como ela havia cuidado dele com carinho e amor. Senti um enorme desejo de orar por ela. Eu já orava por ele há certo tempo e agora incluía o nome dela nas minhas orações também. Então num belo dia durante uma de nossas conversas ele me disse que ela me amava pelo simples fato de eu estar trazendo ele de volta para a igreja. Confesso que duvidei um pouco das palavras dele, afinal como alguém que não me conhecia pessoalmente e só havia visto fotos minhas poderia me amar? Vez ou outra ele sempre me dizia a mesma coisa: – Ela já te ama!

david-and-joan

Fotos: arquivo pessoal David Williams/Joan Williams

A resposta veio em forma de carta através de email. Eu havia proposto que nós trocássemos cartas assim eu poderia me apresentar e nos conhecermos um pouco.  A primeira foi curta, mas entendi o porquê dela estar feliz e sentir carinho por mim mesmo sem me conhecer.

david-and-joan-2

Fotos: arquivo pessoal David Williams/Joan Williams

Joan é uma pessoa incrível, ela é uma mulher cristã que cresceu e foi educada em lar cristão muito rigoroso, mas que  infelizmente como a maioria dos jovens aprendeu uma dura lição. “Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” Ela é uma mãe dedicada e trabalhadora que teve que sustentar dois filhos sozinha e hoje ela sonha e ora para que eles se casem com mulheres cristãs. Corresponder-me com aquela que um dia poderá ser minha sogra tem sido uma experiência maravilhosa, pois tem me ajudado muito a enxergar a vida com outros olhos.  Não se trata apenas de um intercambio virtual e cultural, mas sim uma bela amizade. Descobrir que temos os mesmos gostos e mesmo pensamento a respeito de Deus e religião e amor pelo mesmo homem…

joan-and-david-2

Fotos: arquivo pessoal David Williams/Joan Williams

É muito bom saber que do outro lado do oceano na outra América existe alguém que pensa se preocupa e ora por mim.  Talvez o filho dela seja a pessoa certa para mim ou talvez não e como ela mesma me disse; só Deus sabe. Eu também não sei se algum dia no futuro eu terei a oportunidade de visita-la em seu país ou se ela poderá me visitar, mas de uma coisa eu tenho certeza, que sempre poderei contar com ela e quando chegar o grande dia eu quero abraçar aquela que não me vê apenas como uma futura nora, mas sim uma amiga, ou melhor, uma filha.

Sobre atitudes negativas e namoro a distância

Você já parou para pensar porque os noticiários raramente ou nunca mostram notícias boas ou positivas? Porque notícia ruim dá mais ibope! Ninguém quer saber se foi descoberta a cura para alguma doença grave, ninguém quer saber se fulano ou beltrano realizaram uma boa ação e ninguém quer saber se aquela história teve um final feliz. Bastam ver as manchetes dos jornais, programas policiais na rádio, sites de notícias e os tão famosos programas sensacionalistas que só mostram desgraças. Infelizmente o povo hoje em dia só quer saber quem enganou quem, quem roubou quem, e quem matou quem. Sabemos que vivemos num mundo cheio de pecado e que existem pessoas maldosas, mas também existem pessoas boas de coração puro que procuram carinho e amor. É muito triste ver as pessoas se deixando levar por notícias ou coisas negativas que aconteceram com outras pessoas. Esse tipo de coisa não é bom porque pode e influencia na vida das pessoas e causa certo tipo de bloqueio impedindo delas viverem, conhecerem ou aprenderem coisas boas.

news veja

Alguns dias atrás eu li a notícia sobre um jovem que se relacionou com uma moça pela web. Ele marcou um encontro com ela para poder conhecê-la pessoalmente, mas infelizmente ela não compareceu por achar que tudo não passava de uma brincadeira do pobre rapaz. Ele passou dias no aeroporto esperando pela amada que não foi ao encontro dele. Ele ficou fraco e foi internado no hospital.  Já a jovem disse que quer encontra-lo e continuar com o relacionamento a distância. Fiquei feliz em saber que a história teve um final feliz em meio a tantas outras  ruins.  Recentemente algumas semanas atrás eu e meu namorado que é americano escrevemos um texto em conjunto contando nossa história e enviamos para um grupo de relacionamento inter racial.

kelly e david - história

Eu já havia lido algumas histórias e testemunhos de casais em diversos grupos semelhantes mas fiquei muito feliz em ver que eu não estava sozinha, que assim como nós outras pessoas tem e já passaram pela mesma situação. Isso tudo foi muito importante para mim pois me mostrou que no mundo ainda existem pessoas boas e que existe esperança!

Vamos julgar menos e amar mais!