Uma carta para o meu eu do passado

Querida Kelly, como vai você? Estou escrevendo esta carta diretamente do seu futuro, pois senti uma saudade imensa da criança que você foi e é. Ah! Como é bom ser criança. Ser adulto é tão chato! Nós temos que trabalhar, nos preocupar com tantas coisas ruins e sérias como pagar as contas e ainda por cima temos que aturar algumas pessoas chatas que se intrometem nos nossos assuntos. Aproveite ao máximo sua infância e adolescência, pois essa fase passa muito rápido e quando você perceber já estará adulta…

Brinque mas brinque muito de boneca, casinha, esconde-esconde, pega-pega enfim. Ser criança é a melhor coisa do mundo, pois você não tem que se preocupar com nada. Continue sendo essa garota esperta e nunca mude por nada e nem por ninguém. Seja forte e corajosa e não de importância para que os outros digam sobre você, quem te amar de verdade irá te aceitar do jeito que você é. No futuro você irá encontrar pessoas boas e pessoas ruins. Alguns irão te criticar e outros irão te apoiar, fique do lado daqueles que demonstram amor e carinho por você, pois elas são do bem!

Olhando suas fotografias eu vejo o quanto você é feliz… Conserve sempre este sorriso e a felicidade que existe dentro de você. Viva amando sempre!

Esse texto foi escrito ao som de Marcela Taís – Naquela Rua.

Salvar

Salvar

Salvar

Leia também:

Um Novo Começo

“ Não se importava de esperar as outras. Aproveitaria o tempo para ler a Bíblia. Tirou-a de sua mochila marrom. Sua bíblia era de tamanho médio e tinha uma sobre-capa de couro, que o pai fizera para ela alguns anos atrás. Na frente estava desenhada uma árvore, ao pé da qual se via a inscrição: “Salmo 1:3.” (Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.)

Esse era o verso predileto de Selena desde pequena. Abrindo-a no livro de Salmos e se pôs a ler o de número 62, que fora o ponto em que parara na vez anterior. O verso 8 prendeu a sua atenção. Dizia: “Confiai nele, ó povo, em todo tempo; derramai perante ele o vosso coração; Deus é o nosso refúgio.”

reading-bible

Selena se lembrou de que estava um pouco ansiosa com relação á mudança da família, mas guardava o problema só para si. Não desabafara com ninguém, nem mesmo com Deus.”

……………………………………………………………………………………………………

Essa parte da história me chamou muito a atenção e me fez refletir. Muitas vezes por estarmos envolvidos nas atividades diárias e por correrias do dia a dia acabamos nos esquecendo de Deus. Estamos para começar um novo ano, que tal colocar tudo nas mãos de Deus? Muitos irão se mudar de cidade como nossa personagem, outros irão para um novo colégio ou iniciar uma faculdade ou curso. Alguns irão para um novo emprego e outros darão um passo importante em seus relacionamentos. Antes de iniciar cada coisa ore a Deus e entregue tudo nas mãos dele, não importa se é um curso, trabalho, viagem, namoro ou até mesmo uma mudança de cidade. Lembre-se do mais importante Deus sabe de todas as coisas, confia nele de todo teu coração. Abra teu coração e deixe Deus conduzir tua vida, você então verá como tudo será melhor. Queridos leitores, desejo a vocês um ótimo ano novo e que Deus vos abençoe!

Trecho do livro Um Novo Começo escrito por Robin Jones Gunn.

Leia também:

Noite Estrelada

“ Nesse momento ela não achou ruim o silêncio. Ted estava ali ao seu lado. Eles podiam ficar juntos, calados. O importante é que estavam juntos. Ela virou a cabeça para trás e olhou as estrelas.

– A última vez que olhei as estrelas assim foi na véspera de natal, disse Ted.

– Verdade? Eu também! Estávamos nas montanhas no dia 24 e eu fiquei sentada um tempão num sofazinho junto da janela do quarto, disse Cris.

– Imagine só. Estávamos olhando as mesmas estrelas naquela noite. Só que eu estava numa praia a sete mil quilômetros daqui. No que é que você estava pensando?

– Eu estava pensando em Jesus, quando ele nasceu aqui no mundo. Estava imaginando se ele viu a estrela de Belém que brilhou sobre a sua manjedoura.

– Sabe no que eu estava pensando? Em Abraão. Lembra-se da promessa que Deus fez para ele?

– Não é que ele seria o pai de uma grande nação?

– Isso, pai de uma grande nação, mas ele não tinha nenhum filho. Parecia uma grande piada. E então, certa noite, Deus mandou que ele saísse de sua tenda e disse: “ Olhe para os céus, ô meu! Conte as estrelas se você consegue. É assim que serão os seus descendentes”!

– Eu me lembro dessa história.

– Bem, você sabia que depois dessa promessa, Deus ficou em silêncio? Demorou muitos anos para falar novamente com Abraão. Entendeu? Deus fez uma promessa e sumiu. Pode imaginar como Abraão se sentiu anos após ano? Sem filhos e sem nenhuma prova de que Deus lhe falara. Só tinha um monte de estrelas silenciosas no céu, que ele podia ficar contando e continuando a crer que Deus realmente lhe tinha feito uma promessa.

– Isso exige muita fé.

– Quero ter fé igual a dele, disse Ted, virando-se para Cris.

noite-estrelada

……………………………………………………………………………………………….

Assim como Abraão devemos ter fé e confiar em Deus em todos os momentos de nossa vida. Não importa o que você esteja enfrentando ou esteja precisando. Ele sabe todas as nossas lutas e conhece todos os nossos sonhos e desejos do nosso coração. Entregue tudo nas mãos dele e ore. Pode ser que a resposta demore um pouco a chegar ou não, talvez esse seja o seu momento de ficar contando estrelas mas acredite que no momento certo as coisas irão cair no seu lugar. Deus nunca falha!

Queridos leitores, eu desejo que vocês tenham um feliz natal em Cristo Jesus. Deus abençoe a todos!

 

Trecho do livro Noite Estrelada escrito por Robin Jones Gunn.

 

 

Leia também: