Diana

Recentemente assisti o filme Diana que a principio pensei que fosse um documentário sobre a vida da princesa Diana, mas me enganei pois na verdade era um filme baseado no livro biográfico sobre os dois últimos anos de vida dela e seu ultimo amor que era secreto.

Tanto o livro quanto o filme mostram a vida triste, solitária e os muitos compromissos  com entidades sociais que ela gentilmente ajudava. Um dia ao saber que um amigo querido foi operado as pressas, ela vai ao hospital em que ele estava internado e lá conhece o doutor Hasnat Khan de origem paquistanesa. Diana fica encantada por ele não a tratar como uma princesa. Ambos se apaixonam e iniciam um relacionamento ás escondidas, pois ele queria ter uma vida reservada.

Confesso que fiquei curiosa sobre a história e fui pesquisar um pouco a respeito dela já que a mídia não falava muito sobre isso. Tudo o que sabemos é o que os jornais e as revistas mostravam na época mas e a vida intima dela? Somente aqueles que conviveram com ela como parentes amigos e funcionários do castelo é que sabem da verdade.

O que consegui encontrar sobre a história foi : Diana e Hasnat se conheceram entre os meses de agosto e setembro de 1995 num hospital em Londres. Ele frequentava o palácio de Kensington onde Lady Di vivia e se encontravam onde os meios de comunicação não podiam entrar. Hasnat também conheceu os príncipes Harry e William. Diana chegou a presenciar uma cirurgia do coração feita pelo doutror Hasnat e ela o chamava de “Mr Wonderfull”.  A princesa queria muito se casar com o doutor e foi visitar e conhecer a família dele no Paquistão, infelizmente a mãe dele não aprovou o relacionamento por achar que ela não seria uma boa esposa para ele. Diana tentou conquistar a avó do médico convidando-a para um chá no castelo. Por Hasnat querer uma vida privada e não ter aprovação da mãe que queria que ele seguisse as tradições da família e do seu povo Diana decidiu terminar o relacionamento. Pouco tempo depois ela conheceu  Dodi Al-Fayed. O livro e o filme mostram que ela usou o milionário para provocar ciúmes em Hasnat. Ou seja, ela morreu amando Hasnat!

Hasnat negou a história e disse que o filme era pura mentira, mas numa entrevista ele acabou confirmando e dizendo que “foi a princesa que terminou o relacionamento e um dos principais motivos era o assédio da imprensa. Ele disse ainda que nem as fontes consultadas ou parentes e amigos de Diana sabiam qualquer detalhe do que se passava entre as paredes do palácio ou no seu quarto – e – sala em Chelsea.”

diana-and-hasnat

Algumas imagens da época: Diana e Hasnat, Diana com roupa cirúrgica no hospital, Diana e a avó de Hasnat.

O filme foi lançado em 2013 e recebeu muitas criticas. Eu acredito que as pessoas não gostaram de ver esse lado da princesa. Elas preferem guardar na memória a imagem da princesa Diana, que usava roupas lindíssimas, que era elegante e gentil com as pessoas e fazia bondade. Mas a verdade é que ela não era uma princesa nascida na realeza, mas sim uma plebeia que casou com um príncipe e se tornou princesa. A mídia mostrava uma mulher bonita, elegante e bondosa que vivia uma vida luxuosa num palácio, mas ela era uma mulher simples e comum que mesmo sendo adorada pelo mundo todo ainda sentia falta de amor. Ela queria ser amada como mulher e não como uma celebridade. Confesso que essa história mexeu um pouco comigo e me fez pensar em muitas coisas. Eu já admirava a princesa e agora a admiro mais!

 

 

 

 

Leia também: